Compatibilidade Tigre e Serpente

Relações Gerais

O Tigre e a Serpente não se relacionam bem um com o outro. Ambos são decididos, mas o Tigre é extrovertido e a Serpente introvertida. A Serpente é calma, metódica e ponderada, enquanto o Tigre é cheio de energia, vigor e entusiasmo.

Nenhum deles se sente disposto a se esforçar muito para compreender o outro e, fora uma discussão animada de vez em quando, esses dois signos preferem relacionar-se com pessoas que têm mais a ver com suas personalidades, suas atitudes e seus interesses. As relações gerais entre eles não são boas.

Para que qualquer relacionamento profissional dê certo é preciso que haja confiança, o que pode faltar quando o Tigre e a Serpente trabalham juntos como colegas ou sócios.

A Serpente considera o Tigre irrequieto, volúvel e perdulário, enquanto este desconfia da natureza quieta, reservada e às vezes misteriosa da Serpente. O Tigre é impulsivo e voltado para a ação, enquanto a Serpente é mais paciente e calculista.

A Serpente não gosta de ser apressada e o Tigre está sempre afobado. Se os dois signos estiverem preparados para tentar superar as suas diferenças, podem ganhar com as forças um do outro — o corajoso Tigre incitando a Serpente a agir, enquanto esta traz para o Tigre método, constância e aptidão para lidar com as finanças. Mas como ambos os signos consideram difícil confiar um no outro, raramente isso acontece.

Essa falta de afinidade também é evidente nos relacionamentos pais-filhos. Quando o Tigre é o pai e a Serpente o filho, o pai pode achar difícil aceitar ou compreender o modo de ser calado, retraído e ponderado do filho.

De igual modo, a criança pode sentir-se pouco à vontade com a agitação e a correria existentes no lar de um Tigre. A criança do signo de Serpente anseia por uma vida tranqüila e disciplinada.

Quando a Serpente é o pai e o Tigre o filho, o pai pode achar difícil lidar com a exuberância e o espírito independente da criança. As relações entre eles são complicadas.

Amor e Casamento

A tradição não recomenda uma união entre esses dois signos. Pode haver uma atração inicial — o Tigre ficando encantado com o modo de ser tranqüilo e sedutor da Serpente e esta com a alegria e a boa aparência do Tigre — mas não tenderá a durar muito. De muitos modos o Tigre e a Serpente são opostos e geralmente não se dão bem.

O Tigre é voltado para a ação e gosta de aproveitar a vida ao máximo. A Serpente é calma, ponderada e tem o seu próprio ritmo e estilo de vida.

Ela simplesmente não consegue aceitar a afobação e a energia com que o Tigre realiza as suas atividades, enquanto este perde rapidamente a paciência com o modo de agir calmo e estudado da Serpente.

O Tigre também se ressente da possessividade da Serpente. Ele gosta de ter uma certa liberdade de ação para fazer o que quiser e a Serpente vê essa atitude com desconfiança — ela realmente gosta de controlar o seu parceiro.

Além disso, como o Tigre tende a gastar dinheiro mais livremente do que a Serpente, pode haver conflitos relativos às questões financeiras.

O Tigre e a Serpente têm poucos interesses em comum e, com raras exceções, não estão preparados para fazer os ajustes radicais necessários para que se adaptem um ao outro.

Se eles se apaixonarem e casarem, o caminho à sua frente pode ser difícil.

Signo Tigre